quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Desejos para 2014

Ai pessoal do bumerangue, primeiramente bons ventos a todos. Gostaria de propor algo para que o esporte venha ganhar mais em 2014.

criação de ligas estaduais;
criação de novos clubes;
plantas de bumerangues modificados;
modelos de planilhas de provas;
ranking estadual;
ranking nacional;
mais camisetas;
bonés;
maior divulgação do esporte em redes de tv, jornal, revista...

Aos grandes divulgadores e aos pequenos, postem mais fotos, videos, publicações. Se você comprou ou fez um bumerangue legal, divulgue. Faça um vídeo do bumerangues voando, temos que ter acesso à materiais e modelos diversos.

As vezes vejo fotos de bumerangues modificados, com elástico, chumbo, fita isolantes, aerofólio e o caramba, qual a finalidade disso ou daquilo, seria interessante falar para as pessoas que adquirem um bumerangue saber quais as possibilidades que existem para tal modelo.

O bumerssa.blogspot.com do nosso amigo Italo, tem muita coisa, mas garimpar sobre informações as vezes não é do gosto de todos, temos livros e sites diversos. Mas e a modificação que vc fez, troxe qual benefício?

Vamos fazer com que 2014 seja o ano do bumerangue, certo todos nos gostamos de futebol e outros esportes, mas vamos transformar nossa paixão em um esporte que seja reconhecido e admirado por muitos.

Vamos fazer nossa parte. Forte abraço a todos e bons ventos.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Prova de Fast - Araraquara


Um verdadeiro achado, um amigo que esteve no evento filmou a prova de fast e no 3º arrremesso, bumerangada nas costas no Fabiano Kock que estava na raia, perdi até o gosto da prova, bateu um desânimo....
Na prova eu usei o Lumen do Jerri Leu, cedido pelo Fabiano Galo, mas o nervosismo falou mais alto.
Ahh, barriga atrapalhou um pouco tbm, kkkkkkk.



Chegamos a ouvir " vocês não treinam aqui em Araraquara não?"
Doeu, vamos treinar mais.





Carteirinha e Rank!!!


Pessoal venho através deste post propor o uso de uma carteirinha no Clube. Através dela podemos criar um cadastro de atletas e ranquear através de competições dentro do Clube.
Vale salientar que tal Rank não será ligado a nenhum orgão, será mais para dar um pouco mais de emoção ao esporte aqui em Araraquara.
Faremos provas singulares onde preencheremos planilhas e de acordo com a potuação e desempenho estabeleceremos o rank.
Também serve de incentivo a outros grupos de bumerangues, temos que tornar o esporte uma religião e fazer com que o esporte se torne mais conhecido, aqui já fizemos camisetas, fizemos eventos, confeccionamos bumerangues... VAMOS DIVULGAR O ESPORTE.

Notícias sobre o 1º Aberto de Bumerangue de Araraquara



No araraquara.com que tem parceria com a Tribuna Impressa - clique aqui

No site da Prefeitura de Araraquara - clique aqui

No Portak K3 - Clique aqui

No Jornal Folha da Cidade - clique aqui

No site araraquara.com.br - Noticiando os vencedores do Aberto - clique aqui

MATÉRIA QUE FOI AO AR PELA TVARA - 23/10/2013


Esta matéria foi ao ar e comprovou mais uma vez que o bumerangue é um esporte, mostrou que a união de forças pode trazer um evento de qualidade para o interior. 
Tivemos 14 participantes na raia, muitos deles novatos no esporte que participaram e além de competir se divertiram e fizeram sua marca no esporte aqui em Araraquara e também no mundo todo.
O prefeito que esteve presente no local apoia o esporte na cidade e garantiu que no ano que vem cederá um espaço legal para ser realizado o 2º Aberto de Bumerangue de Araraquara juntamente com uma etapa da FBB. Araraquara estará na rota do bumerangue.


Preparem-se em Agosto de 2014 teremos uma grande festa aqui em Araraquara.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Entrevista cedida a Record News - 23/08/2013


Esse foi mais um dia de divulgação do esporte, valorizamos nossos atletas espalhados pelo país e queremos que a cada dia o esporte deixe de ser uma "brincadeira" e passe a ser encarado como uma modalidade esportiva como qualquer outra. Vamos fazer o máximo para que isso aconteça. Amamos o esporte e fazemos de tudo para que outras pessoas conheçam o bumerangue da forma correta.

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Dia de bumerangue no SABSA

Um dia muito divertido com as crianças do SABSA aqui em Araraquara, curso de férias....

Videokê e Bumerange divertem as crianças da SABSA.

O QUE É ISSO?
Frisbees são objetos em forma de disco, geralmente feitos de plástico com diâmetro entre 20 a 25 centímetros. Seu formato permite o voo quando são lançados em rotação. São jogados como parte de diferentes jogos, nos quais diversas pessoas ou pessoas e cães podem participar. Estes jogos em geral consistem de lançar o disco e pegá-lo ainda no ar.
Foi criado por Fred Morrison, que chamou seu brinquedo de ‘Pluto Platter’. Depois, rebatizou-o para Frisbee e produziu mais de 200 milhões de unidades.
Bumerangue (em inglês: boomerang) é um objeto de arremesso com origem em várias partes do mundo. Como desporto, o seu número de adeptos vem crescendo em todo o mundo. Constantemente confundidos com os Kylies (armas de arremesso), os bumerangues foram criados para voltar à mão do arremessador quando não atingir um alvo.
O país que ficou mais famoso no mundo como “o país do bumerangue” foi a Austrália, onde os aborígenes usaram tanto bumerangues quanto bastões de arremesso por milhares de anos.
Os europeus modernos descobriram os bumerangues, em 1770, com a chegada do capitão James Cook à Oceania. O bumerangue esportivo moderno pode ser feito de madeira de 6mm ou 8mm de espessura (normalmente compensado naval multilaminado), plásticos diversos ou outros materiais compostos; tendo muitos formatos e cores diferentes. A maioria pesa menos de 100 gramas e alguns podem chegar a algo em torno de 25 gramas.

Camiseta do Clube

Ai pessoal apaixonado pelo esporte bumerangue vamos fazer a camiseta pra esse ano? Randhi Booaya mandou a arte, coloquei uns itens a mais e saiu essa camiseta. 


Os interessados pela camiseta deverão entrar em contato por e mail - lea.s.porto@bol.com.br ou deixando uma mensagem na nossa página no Facebook - www.facebook.com/clubedebumerangue

Atenção para a chamada!! Todos os sábados um atividade.

Atenção para a chamada!!!



Publicitário faz da paixão por bumerangues uma forma de fazer amigos em Araraquara, SP

Quando fazemos alguma coisa com paixão e determinação as premiações acabam surgindo no dia a dia.
O bumerangue é um esporte e atraves dele podemos ter amigos e conhecer pessoas.


Osvaldo Franco, Edivar Fernando Pedroso, Leandro Porto e Luiz Gustavo Faustino Kock (Foto: Deivide Leme/Tribuna Impressa)

Bumerangue é matéria de capa do jornal de esportes da Tribuna Impressa.

Araraquara ganha destaque no esporte através do Bumerangue. Confira a reportagem na integra no araraquara.com clicando aqui


Dia do Brincar em Araraquara



Um dia muito especial, com muitas crianças aprendendo sobre o bumerangue e como arremessar, as crianças puderam customizar seus próprios bumerangues com canetinhas hidrográficas.

Estiveram presentes o pessoal de São Carlos ( Flavio Moraes e Irmão), estiveram presentes tbm, o Osvaldo do CAB e o Fernando do CAB tbm.

Obrigado e um forte abraço a todos.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Dica para arremessar bumerangue.

Ai pessoal depois de muito tempo gravado coloquei ele aqui no site, tá no Youtube no http://www.youtube.com/watch?v=O6Fh9ZujKgo

Mas tá aqui na integra.

Um forte abraço a todos espero que vcs gostem.

video



Tradicional Bahadara - Luiz Gustavo em Araraqura

Nosso amigo Luiz Gustavo arremessando um Tradicional da Bahadara, voa bonito hein.


Palm em PVC de 3mm - By Flavio Moraes

Modelo Palm feito em 3mm - maior que os tradiconais palms, mas tem um voo bem legal, pra quem tá começando na modalidade dá pra treinar bem com esse modelo, vale a pena conferir o video, e quem quiser arremessar esse bichão... cola lá no aeroporto de Araraquara nos finais de semana que a gente tá lá.


Bumerangue Eagle

Bumerangue EAGLE - Feito em PVC de 3mm, voa bonito hein.


Bumerangue Metalic

Bumerangue Metalic feito pelo meu brother Flávio Moraes de São Carlos




Estreantes no esporte em Araraquara

Nossa turma arremessando pelos ares de Araraquara.



sexta-feira, 29 de março de 2013

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Esses japoneses são incríveis.





Existem muitos vídeos de bumerangues feitos nos mais diversos materiais, papel como esse ai é o Papel Paraná, de 2mm, custa 2,50 a chapa e dá pra fazer um monte desses ai que o japonês ta brincando, e bumerangue de papel... eu sinceramente não gosto,tenho a mão pesada demais pra pegar sem amassar, mas pra fazer promoção do esporte é bem legal e mata a curiosidade de muitos.

É isso ai, bons ventos e fiquem atentos para novos posts de vídeos bem legais como esse ai.

Bumerangue em Araraquara é notícia!! 2

MATÉRIA NO SITE DA PREFEITURA DE ARARAQUARA

Leandro Porto busca ranking no bumerangue nacional 
13/07/2011 



O atleta Leandro Porto, de 32 anos, participará neste fim de semana, nos dias 16 e17,  do Circuito Nacional de Bumerangue – etapa da Academia da Força Aérea em Pirassununga. O objetivo do atleta é marcar pontos no ranking nacional.
 
“Esta é a primeira competição que vou disputar após estar federado há um ano na Federação Nacional de Bumerangue. Estou confiante em bom desempenho na provas de Precisão, Pegada Rápida, Pegadas Acrobáticas e Australian Round e pontuar no ranking nacional”, afirma o atleta que trocou o basquete pelos arremessos de bumerangue.

 
 
Leandro fundou o Clube Araraquarense de Bumerangue para fortalecer a prática da modalidade. “Treinamos em vários locais, como o Pinheirinho e chácaras. Fabricamos os bumerangues para reduzir os custos e divulgar o esporte”, explica
 
Outro atleta do Clube, Osvaldo Franco Júnior também participará da etapa de Pirassununga.




Encontros são marcados pelo Facebook e sempre são pessoas diferentes que se reúnem
publicado em 25/05/2012 14:42 | Gabriela Marques
Quando jogou bumerangue pela primeira vez, em 2003, o agente administrativo Leandro Porto mal sabia que se tornaria não só um atleta, mas um apaixonado pelo esporte. “Quando você joga o bumerangue e ele não volta, você não para até conseguir. Aí quando ele volta, você também não para”, define Porto, com bom humor.
Osvaldo Franco e Leandro Porto: paixão pelo bumerangue
Foto: Kris Tavares

E a brincadeira de criança torna-se esporte para um número cada vez maior de araraquarenses adultos. Todas as tardes de domingo, é possível encontrar grupos jogando bumerangue em locais espaçosos, terrenos sem árvores e postes. Os locais mais frequentados são a praia do Pinheirinho, o Jardim Botânico, campos de futebol e terrenos vazios, próximos ao Sesi e Sesc.
De acordo com Porto, os encontros dos bumeranguers são marcados pelo Facebook e o interessante, segundo ele, é que sempre são pessoas diferentes que se reúnem. O pintor Osvaldo Mariano Franco Júnior também se apaixonou pelo esporte. Agora, ele é companhia constante de Porto aos domingos. “Passamos o dia todo jogando”, conta. Ambos levam o esporte tão a sério que são atletas federados na Federação Brasileira de Bumerangue. Com isso, disputam vários campeonatos, incluindo os nacionais.
Mas não é só aos domingos que Porto pratica o esporte. “Durante a semana, jogo durante o almoço e, aos sábados e domingos, fico umas quatro horas por dia jogando”, revela.
A paixão não fica só no jogo. Porto também aprendeu a fazer bumerangues de vários formatos e, hoje, vende de cinco a seis por semana. 
O colorido dos bumerangues encanta
Foto: Kris Tavares

TÉCNICA - O esporte é dividido em sete categorias: precisão, pegada rápida, maior tempo no ar, round australiano, enduro, pegada acrobática, conhecida com trick catch, e longa distância. Porto conta que, quanto mais tempo o bumerangue fica no ar, maior a pontuação. Mas, para isso, a pessoa precisa aprender técnicas de manuseamento, além de saber exatamente qual é o tipo de objeto que tem. “Cada bumerangue tem um jeito certo de jogar”, orienta. O “aprendiz de bumeranguer” , segundo ele, também precisa saber de qual material é feito o seu objeto e qual a jogada que quer fazer.
CLUBE - Fundado no final do ano passado por Leandro Porto, o Clube Araraquarense de Bumerangue pretende promover o esporte na cidade e conquistar cada vez mais adeptos. A sede do clube é apenas virtual, através do blog cabumerangue.wordpress.com. Lá, têm dicas de manuseamento, técnicas de jogo; formatos e cores dos bumerangues; campeonatos nacionais e internacionais e tudo mais que for relacionado ao esporte.

Bumerangue em Araraquara é notícia!! 1

Leandro Porto, de Araraquara, é notícia
Os amigos Leandro Porto e Osvaldo Franco Júnior, ambos de Araraquara-SP, são notícias na divulgação de nosso esporte. Os deram entrevistas dois apareceram na TVARA, canal 31 (local) no dia 07 de janeiro e, além disso, também apareceream na revista Kappa Araraquara. 

"Quando você joga o bumerangue e ele não volta, você não para até conseguir. Aí quando ele volta, você não para!" Leandro Porto

Confiram a matéria em:
http://www.kappamagazine.com.br/araraquara/edicao_32/
 - páginas 68 e 69.

Parabéns e obrigado aos dois promotores do esporte!

JORNAL DO BUMERANGUE

ENTREVISTA NO SITE DO CIRINEU.


Entrevista com Leandro Porto
Leandro Porto de Araraquara

Leandro,onde você conheceu o bumerangue ?
RAtravés de um trabalho que eu fiz na falcudade sobre hoobies, ai um colega meu tinha e levou numa confraternização que tinha um belo espaço, ele levou um tradicional, me ensinou a jogar e acabei me apaixonando pelo esporte.

Quando você participou de seu 1º campeonato ? 
R:Esse ano na etapa do CNB em Pirassununga, fuquei em em 15°

Quais foram suas conquistas ? 
R:Bom até agora conquistei o mais importante, amigos. Conheci pessoas muito impostantes da FBB, atletas e a diretoria, fazer contatos é o melhor que se pode conseguir nesse mundo de bumeranguistas. 

Quais são suas modalidades preferidas ?  
R:Aussie Round, Trick Catch e MTA.

Qual é a sua relação com os bumerangues ? 
R:Muito forte, pois, arremesso todos os dias, todos os dias faço um diferente, dou muitos bumerangues para pessoas que não conhecem o esporte, vendo por preços baratos apara as pessoas terem acesso e conhecerem o esporte, por isso me dedico, não para ganhar dinheiro, mas sim para que o esporte alce voos mais altos.

Quais são seus modelos prediletos ?
 R:EX4, Infinity,Palm,Tri Fly, tem uns que eu faço tambem que tiro do kutek, meu tem varios modelos muito bons.

Geralmente quando vai arremessar,onde costuma ir ?  
R: 3 Lugares, Aeroporto, Parque Ecologico do Pinheirinho e Area de treinamento de carretas das auto escolas, tem uns espaços bem legais.

Você é especialista em fabricar algum modelo de bumerangue ?
R:Sim, um MTA chamado volker 100,de duas asas em pvc de 2mm,voa muito bem.

Quem te inspira a ser o que você é hoje ?
R:Carlos Martini Filho e Eduardo mistico, são pessoas especiais pra mim cada um me deu uma lição especial.
Leandro Porto,aqui fica o agradecimento por tudo,e ainda por cima pela paciência,você é o cara !





COMO ARREMESSAR SEM ERRO.


A maioria dos bumerangues produzidos comercialmente é feita para destros. Nesta página, oferecemos dicas para quem arremessa com a mão direita. Se você é canhoto, Veja em :

1º - Posição do jogador em relação ao vento
Com um mínimo de atenção nas condições do local e no tipo do seu bumerangue, vai ser mais facil evitar erros na hora do lançamento. Antes de mais nada, procure notar qual a direção da brisa ou vento e se posicione com seu lado esquerdo para ele( isso para os destros ) e com seu lado direito ( para os canhotos), em um ângulo de 90 graus com relação a brisa no local.
Em relação a brisa, o bumerangue deve ser lançado em um ângulo de 45graus ou igual a esta barra   /   para os destros e esta barra \  para canhotos. Há casos em que este ângulo pode ser ainda maior, oscilando ate 90 graus ou totalmente em pé (  l  ), quando em dias de vento forte, fazendo com que na hora  do lançamento o vento incida perpendicularmente no bumerangue. Isso vai garantir que a aerodinâmica do modelo o devolva em seguranca para suas mãos!
Mas uma observação importante , o bumerangue sempre deve ser segurado com a parte pintada voltada para você, isso garante um arremesso em condições seguras sempre.
2º - Como segurar o bumerangue
Mas antes de se aventurar nos parques ou praias, observe o jeito correto de segurar o bumerangue. Ele nunca deve ser arremessado na horizontal ( --- ) .Prenda-o entre seu polegar e o indicador, como se estivesse beliscando a ponta da peça ou segurando uma caneta.

Esta posicão vai ajudar com que você arremesse o bumerangue corretamente além de faze-lo girar intensamente. Também e essencial observar se o lado da pintura (ou a superficie curva) esta realmente voltado para você. Mas lembre-se Fazer girar intensamente um bumerangue não é necessário aplicar-lhe uma força extra, e sim apenas ''mais rápido'', isso fará com que o bumerangue complete seu percurso, e voltando para vc com total segurança.
3º - Como arremessar o bumerangue
Como vimos acima, a inclinação para destros  /   ou canhoto  \  também é necessária na hora do arremesso. Outra forma de medir esta inclinação mais facilmente é imaginar que a asa do boom é o ponteiro menor de um relógio e ele deve estar posicionado nos arredores das13 horas para os destros e ou 11 horas para os canhotos.

Entretanto, esta inclinação pode variar um pouco  dependendo também da força do vento no local. Se estiver ventando forte, o boom deve ser jogado mais em pé, em um ângulo quase fechado ( l ). Da mesma forma, com um vento muito fraco pede um lançamento com o bumerangue mais deitado, em um ângulo um pouco mais aberto. Mas a maioria dos modelos voa com inclinações próximas dos cinco graus.

Outra observação e muito importante na hora de arremessar o bumerangue, é não arremessa-lo muito para baixo ( direção ao solo)  ou para o alto (acima da linha do horizonte ). O ideal é que o lançamento seja feito na altura dos olhos,  reto a frente e o mais paralelamente ao chão.
 
 A mais importante de todas as regras, e que tem de serêm observadas sempre, é , nunca arremesse seu bumerangue em direção as pessoas ou animais e obstáculos, alem de danos ao bumerangue causa transtornos aos demais ocupantes dos espaços públicos.
'' Pratique Segurança sempre e tenha um bom Divertimento''



QUER SABER MAIS? 


















QUER COMPETIR? ENTENDA MELHOR AS MODALIDADES.


Modalidades de competição

Precisão: o jogador arremessa o bumerangue do centro da raia e deve conseguir que este pouse o mais próximo possível do local do arremesso, após atingir no mínimo 20 metros de distância. A pontuação ocorre da seguinte maneira:
- Dentro da raia de 02 metros, 10 pontos. Na linha dos 02 metros, 09 pontos;
- Dentro da raia de 04 metros, 08 pontos. Na linha dos 04 metros, 07 pontos;
- Dentro da raia de 06 metros, 06 pontos. Na linha dos 06 metros, 05 pontos;
- Dentro da raia de 08 metros, 04 pontos. Na linha dos 04 metros, 03 pontos;
- Dentro da raia de 10 metros, 02 pontos. Na linha dos 10 metros, 01 ponto;

Pegada Rápida: o atleta tem um tempo máximo de 60 segundos para efetuar 5 pegadas no menor tempo possível, sendo que, o bumerangue deve atingir no mínimo 20 metros em cada arremesso e não deve tocar o chão para que a pegada seja válida.

Pegadas acrobáticas: mais conhecida como Trick Catch, essa modalidade consiste em arremessar o bumerangue a uma distância de 20 metros e realizar a pegada de formas diferentes de acordo com a seguinte sequência:
1ª - Mão esquerda livre: deve-se utilizar apenas a mão esquerda para pegar o bumerangue. Vale 3 pontos. 2ª - Mão direita livre: deve-se utilizar apenas a mão direita para pegar o bumerangue. Vale 3 pontos.
3ª - Duas mãos atrás das costas: a mão esquerda e a direita são utilizadas para efetuar a capturar o bumerangue por trás das costas, sendo que, após a pegada o movimento de transição por trás deve continuar, para que a pegada seja válida e o competidor ganhe os 3 pontos correspondentes.
4ª - Duas mãos por baixo da perna: a mão esquerda e a direita são utilizadas para efetuar a capturar o bumerangue por baixo de uma das pernas, sendo que, após a pegada o movimento de transição por baixo deve continuar, para que a pegada seja válida e o competidor ganhe os 3 pontos correspondentes.
5ª - Águia: o bumerangue deve ser capturado “por cima” em seu retorno, com apenas uma das mãos. O movimento imita a pata de uma águia ao pegar uma presa e vale 4 pontos.
6ª - Chutinho: Antes de realizar a pegada com as mãos (livre) o competidor deve chutar o bumerangue com um dos pés. Vale 6 pontos.
7ª - Túnel: O competidor deve capturar o bumerangue com as duas mãos por baixo da perna, sendo que o pé desta, que estiver formando o túnel, não deve sair do chão antes da transição do bumerangue por baixo dela. Vale 6 pontos.
8ª – Uma mão por trás das costas: apenas uma mão deve ser utilizada para capturar o bumerangue e a transição por trás deve ser completa para o competidor ganhar os 7 pontos que vale a pegada.
9ª - Uma mão por baixo da perna: apenas uma mão deve ser utilizada para capturar o bumerangue e a transição por trás deve ser completa para o competidor ganhar os 7 pontos que vale a pegada.
10ª – Pegada com os pés: o competidor deve utilizar os pés, sem o auxílio das mãos para capturar o bumerangue. Só é válida a pegada, se o bumerangue não for capturado pelo atleta utilizando uma parte da perna acima do joelho. Por ser considerada a pegada mais difícil ela vale 10 pontos.

Pegadas acrobáticas com dois bumerangues: as pegadas desta modalidade são as mesmas da anterior, porém o competidor utiliza dois bumerangues arremessados ao mesmo tempo. A sequência de pegadas é a seguinte:
1ª Duas mãos atrás das costas + Duas mãos por baixo da perna;
2ª Mão esquerda livre + Chutinho;
3ª Mão direita livre + Túnel;
4ª Uma mão por trás das costas + Uma mão por baixo da perna;
5ª Águia + Pegada com os pés.

MTA: O bumerangue utilizado para essa modalidade, não retorna para as mãos do jogador da maneira convencional. Ele é confeccionado em material leve e tem um formato especial para que fique voando o maior tempo possível.

Australian Round (Aussie Round): modalidade onde o competidor pode pontuar em três quesitos: distância, pegada e a precisão, sendo que, o jogador tem 5 arremessos, e pode atingir 20 pontos por arremesso.

Pontos pela distância em Aussie Round:

Além dos 50 metros, 6 pontos;
Entre 40 e 50 metros, 4 pontos;
Entre 30 e 40 metros, 2 pontos;
Abaixo dos 30 metros não pontua;

Pontos pela pegada em Aussie Round:

Dentro da raia dos 20 metros, 4 pontos;
Entre a raia dos 20 e dos 50 metros, 2 pontos;
Além dos 50 metros não pontua por pegada;

Pontos pela precisão em Aussie Round:

- Dentro da raia de 02 metros, 10 pontos. Na linha dos 02 metros, 09 pontos;
- Dentro da raia de 04 metros, 08 pontos. Na linha dos 04 metros, 07 pontos;
- Dentro da raia de 06 metros, 06 pontos. Na linha dos 06 metros, 05 pontos;
- Dentro da raia de 08 metros, 04 pontos. Na linha dos 04 metros, 03 pontos;
- Dentro da raia de 10 metros, 02 pontos. Na linha dos 10 metros, 01 ponto;

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Como funciona o bumerangue?

Se você pensa que esse milenar projétil de origem australiana é uma brincadeira primitiva, está muito enganado. Criado há pelo menos 10 000 anos, o wu-mera – “pau da vida” ou “alavanca”, como foi batizado pelos aborígenes turuwal – é um prato cheio para qualquer curso de engenharia avançada, um festival de fenômenos físicos tão complexo que explicar seu percurso de ida e volta é um osso duro de roer até para especialistas experientes... que dirá simples mortais como nós! “Arremessado corretamente, o bumerangue é submetido a um conjunto de forças aerodinâmicas que faz com que, a cada momento, ele se desvie ligeiramente para o lado, resultando em sua característica trajetória circular”, diz Nide Geraldo Couto, engenheiro do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). “Antes de mais nada, ele é capaz de voar porque possui o formato de um par de asas (veja o Quadro 1 do info). Isso cria uma força direcionada para cima: é a chamada força de sustentação, que mantém o objeto voando.” Como o bumerangue é arremessado na vertical, essa força acaba agindo na horizontal, direcionando-o para o centro do círculo a ser traçado no ar – ou seja, atua também como uma força centrípeta . “É a mesma força que ajuda um carro a fazer uma curva”, afirma Couto. O casamento dessas forças chama-se efeito giroscópico: ao girar do bumerangue, elas se distribuem de forma diferenciada em cada ponta (3 e 4). Essa diferença é que faz o objeto estar continuamente mudando de direção (5), até fazer a volta completa. Tudo isso foi desenvolvido a partir de um primeiro modelo de bumerangue não-retornável, usado como arma para guerra e caça. O sucesso nestas funções tornou-o um utensílio de uso diário pelos nativos: ora friccionado para fazer fogo, ora no papel de faca, martelo ou pá, ou mesmo como instrumento de percussão e até brinquedo. Hoje o bumerangue se espalhou pelo mundo e se tornou um esporte popular, com campeonato mundial de diversas modalidades: maior distância, tempo máximo no ar e melhor malabarismo, entre outras.

 

Objeto voador identificado



Ida e volta do bumerangue são um complexo jogo de forças aerodinâmicas
1. O formato abaulado de asa é o que mantém o bumerangue voando após o arremesso. O ar que passa por baixo, onde o objeto é reto, tem de percorrer uma distância menor que o ar que dá a volta por cima, onde ele é curvo. Fazer essa curva aumenta a velocidade do ar. Quanto maior a velocidade, menor a pressão: ou seja, a pressão embaixo resulta maior que a de cima. Isso gera a chamada força de sustentação, que impede a queda imediata do bumerangue

2. Como o bumerangue é arremessado na vertical, a força de sustentação aponta para o centro do trajeto a ser percorrido. Assim, ela funciona também como uma força centrípeta, desviando o objeto voador para o lado e provocando a curvatura de seu percurso circular

3. À medida que o bumerangue gira, sua ponta que está para cima sempre se projeta para a frente e a de baixo, para trás. Assim, a ponta superior sempre ganha mais velocidade que a inferior, embora o centro do objeto se desloque a uma velocidade constante. É como um peão que gira sobre si mesmo, mas ao mesmo tempo se desloca no espaço: o chamado efeito giroscópico, que fará o bumerangue dar a volta completa no ar

4. Esta é a aerodinâmica de toda asa: quanto maior a velocidade, maior a força de sustentação (por isso um avião só decola ao atingir uma velocidade mínima). Da mesma maneira que a velocidade da ponta de cima é maior que a de baixo, a força de sustentação que age na extremidade superior é maior que a outra

5. Apesar de a força de sustentação extra surgir na ponta superior, ela só surte efeito um quarto de volta depois, quando esta mesma ponta passa para a frente . Moral da história: toda vez que uma das extremidades assume a posição frontal, o objeto estará um pouco mais deslocado para o centro. Assim, o efeito giroscópico vai se completando, até o bumerangue retornar à mão de quem o lançou


O jeitinho certo

Para cumprir seu destino circular, o bumerangue tem de ser atirado quase na vertical. A chave é o ângulo, que precisa ser calculado conforme o vento. Se estiver ventando forte, o objeto deve ser jogado mais em pé, em um ângulo fechado, para não subir demais. Se não, o vento o leva embora, para nunca mais voltar. Da mesma maneira, um vento fraco pede um lançamento com o bumerangue mais deitado, em um ângulo aberto.

Bumerangue Salvador

Esse blog é uma fonte rica de informações sobre o mundo do bumerangue!!! Pertence ao Ítalo Carvalho, grande estudioso do assunto e colaborador para os valores e aprendizados sobre esse esporte tão maravilhoso.


Visitar esse site é aprender sempre sobre bumerangue.

Evitando dores e contusões


Olá, bumeranguers!

Quando começamos a praticar o bumerangue, é fácil ficarmos empolgados e exagerarmos nos arremessos, muitas vezes sem estarmos nem um pouco preparados para essa quantidade de exercício físico (entendam isso como "acabando de sair do sedentarismo completo) e, ao contrário do que pode parecer, o bumerangue é um esporte que exige bastante esforço. Por isso é comum que os iniciantes fiquem cheios de dores pelo corpo. O braço dói de tanto arremessar, as pernas doem de tanto correr e as costas doem de tanto se abaixar para pegar o bumerangue depois de um arremesso errado (pra mim, foi a pior dor de todas). 

Se essas dores  melhoram com o tempo vai depender do organismo de cada um e de com que frequência se pratica, mas vou passar algumas dicas que ajudam bastante a reduzi-las:

  • Sempre façam alongamentos antes e depois de arremessar. Do corpo todo, não apenas do braço. Lembrem que vocês podem correr e torcer o corpo inteiro pra fazer uma pegada mais difícil, então é bom estarem preparados. Se vocês não sabem alongar, procurem alguém que possa dar orientações (um professor de educação física do seu colégio, de seus filhos, de seus amigos...)
  • Também é bom fazer um aquecimento. Uma corrida bem leve, um polichinelo... vocês decidem. Muitos aquecem já arremessando, usando um bumerangue leve, de curto alcance, fácil de colocar giro e de pegar. Depois passam para modelos que exigem mais força.
  • Se poupem. Como o braço é a parte do corpo mais utilizada, vocês devem poupá-lo. Lembrem sempre que o principal no bumerangue é o giro, e não a força. Não apliquem força desnecessária em modelos leves. Para modelos que precisam de mais força, usem todo o corpo para arremessar, não só o braço. Aprendam a girar a cintura e o tronco para somar força ao arremesso (quem pratica artes marciais sabe bem disso). Com treino vocês conseguem controlar e usar melhor sua força.
  • NUNCA parem o braço bruscamente depois do arremesso. Isso é um vício de postura terrível, pois força o cotovelo e causa dor depois de alguns poucos arremessos. Sempre deixem o braço seguir o movimento circular descendente (para baixo) depois de soltar o bumerangue, indo parar pouco acima das costelas inferiores, mas sem que a mão se choque contra elas. Se fizerem isso, vocês vão sentir a diferença.

    Notem que a maioria das coisas não passam de bom senso, mas a maioria das pessoas acaba esquecendo ou simplesmente ignorando tudo isso e acaba sofrendo as consequências. Procurar algum profissional que lide com exercícios físicos (instrutores de academias, fisioterapeutas, professores de educação física, ortopedistas etc.) sempre pode ser proveitoso. Além de alongamentos e aquecimentos perguntem como vocês podem melhorar a postura, evitar contusões e que tratamentos podem ajudar a reduzir as dores.

    Bons ventos a todos.
    Ítalo Carvalho.

    Nome para nosso mascote!!!


    Ai galera do bumerangue, sempre gostei de desenhar, esse cara ai fui eu que desenvolvi e tal, agora que vou tocar pra frente o projeto do Clube Araraquarense de Bumerangue, quero colocar ele como "mascote" do clube, me inspirei em um canguru. Mas ainda não deu um nome pra ele, quem puder sugerir algo, contanto que não seja da linha FULECO... O nome escolhido vai ganhar um bumerangue bem lindão. Conto com o apoio de vocês e bumerangues nos ares, bons ventos e boa sorte.



    domingo, 20 de janeiro de 2013



    Olá pessoal!! Fiquei muito feliz com a matéria que foi colocada na Revista Kappa aqui em Araraquara. Na revista foi mencionado que eu vendo bumerangues que eu mesmo confecciono usando materiais diversos: PVC de 2,0mm, 3,0mm e Madeira ( compensado) de 4 e 6 mm. Certo? Bem, hoje na minha mão não tenho nenhum bumerangue pra vender, pois, disponibilizei para a TABACARIA DELTA, aqui em Araraquara, na Av. Feijó com Rua São Bento bem no centro quase em frente ao Extra.
    Quem quiser comprar pode ir lá que os preços são bem legais e bem acessíveis  a partir de R$ 15,00. Vários modelos. Prestigiem!!!
    Fundada em 1999, a DELTA Tabacaria é uma empresa familiar especializada em presentes e

    novidades, além de contar com uma grande linha de charutos e cigarrilhas armazenados em
    ambiente climatizado, cachimbos, narguilês, acessórios e artigos de tabacaria. Localizada na
    esquina da Rua São Bento com a Av. Feijó, o já tradicional café expresso e o cappuccino são
    marcas da DELTA Tabacaria que tem no atendimento personalizado o principal diferencial.
    Renomadas marcas no segmento, como canivetes e facas Victorinox, cafeteiras italianas
    Bialetti, isqueiros Zippo, canetas Parker, Lamy, Crown, como carteiras em couro e baralhos,
    oferecem uma variedade de opções para quem busca um presente ou para uso próprio.

    Horário de funcionamento: Segunda a sexta- feira – 7:30h às 18h

    Sábado – 8:30h às 14h
    Bumerangues à vendalogo da tabacaria delta

    Um novo início!!!


    Pessoal o Clube Araraquarense de Bumerangue, não tem uma sede e não temos um lugar fixo para os arremessos. Foi divulgado na Revista Kappa que nós vamos quase todo domingo no Pinheirinho, mas como moramos ao lado do Aeroporto, arremessamos mais no campo ao lado do Clube de Aeromodelismo de Araraquara, sempre aos Sábados,  domingos e feriados logo após as 15h, esporadicamente arremessamos em outros locais que são:
    Campo ao lado do SESC, Campo na mesma rua do SESI da Vila Xavier ( próximo ao ponto final do Jd. das Estações), na Área de lazer do Melhado em frente ao teatro de Arena, no Estádio do Botânico e no campo da pista de atletismo na Av. 36 e nas areas ao redor do aeroporto de Araraquara.
    Quem quiser arremessar junto com a gente basta ligar 16 9732-4556 Leandro e 16 92286657 e Osvaldo.


    ou entrem em contato pelo nosso msn:


    ficamos no aguardo, nós estamos aqui e estamos esperando por vocês.

    Acompanhem este site para saberem sobre promoções, locais de vendas e calendário de eventos. Araraquara, vai ganhar novos ares com nossos bumerangues.